Uma viagem para Bonito oferece muitas oportunidades diferentes aos visitantes. Você pode buscar luxo, contato com a natureza, conforto, ecoturismo ou até mesmo aproveitar para dar uma esticadinha até o Pantanal. Essa cidadezinha de Mato Grosso do Sul, de nome charmoso, tem o que apresentar aos mais diversos estilos de visitante.

Em Bonito há também restaurantes renomados, que oferecem o melhor da comida mato-grossense, baseada em especiarias exóticas e deliciosas — como a carne de jacaré. Quanto às atrações naturais, Bonito conta com mergulho, flutuação, tirolesa e outros passeios muito especiais, como a visita à Nascente Azul.

Esse lindo complexo de ecoturismo encanta os visitantes com suas águas coloridas, que registram em dias de sol as mais variadas tonalidades de azul. A nascente tem 7 metros de profundidade e se destaca por sua beleza ímpar. É uma das grandes belezas que Bonito tem a oferecer a você!

Quer saber mais sobre o que essa região tem de tão especial? Então que tal conhecer a programação de ecoturismo em Bonito segundo 5 estilos diferentes de viagem? Neste guia mostramos o que fazer se você pretende viajar sozinho, com amigos, com a família ou com seu amor, em grupos de terceira idade ou até mesmo de forma aventureira.

Gostou da ideia? Acompanhe as informações especiais que preparamos para você e desfrute da sua viagem para Bonito!

1. Para quem viaja em família

Pessoas que pretendem fazer uma viagem para Bonito com a família normalmente prezam por conforto e segurança. Um dos grandes diferenciais da cidade é que ela consegue oferecer passeios em contato com a natureza de maneira segura e adaptada aos mais diferentes perfis de visitantes.

Assim, é possível levar a família inteira, inclusive se a ideia for viajar para Bonito com crianças. A infraestrutura da cidade garante a segurança dos pequenos, bem como de idosos e pessoas com deficiência. Na hora de planejar a viagem com os familiares, pense em algumas questões específicas, como hospedagem, local de alimentação e atividades recreativas.

viagem em familia bonito ms

Hospedagem

Para viajar com a família inteira, o ideal é investir em conforto. Há em Bonito uma série de opções de hospedagem que garantem tranquilidade e segurança aos visitantes. Na hora de escolher a sua, lembre-se de levar em consideração que locais pretende visitar, bem como qual será o principal meio de transporte utilizado.

Se você não pretende alugar um carro e quer usufruir do sistema de transporte que as agências fornecem para levar as pessoas às atrações naturais, uma boa opção é apostar em hotéis que fiquem na região central da cidade. Eles ficam próximos das agências de turismo e dos estabelecimentos comerciais da região, como restaurantes, farmácias, caixas eletrônicos e lanchonetes.

Lembre-se ainda de que há opções que oferecem mais estrutura para quem viaja com crianças, além de hotéis que são pet friendly. Procurar um local confortável é importante para assegurar que todas as pessoas consigam recuperar as energias entre uma atividade e outra, de maneira a poder aproveitar em toda a sua intensidade o que Bonito tem a oferecer.

Local de alimentação

Existem passeios que oferecem alimentação no local — o que pode ser uma ótima ideia se você pretende economizar tempo e evitar que os seus familiares se desgastem com o percurso entre uma atividade e outra. Por isso, entre em contato com a agência de turismo e verifique se há a possibilidade de incluir o serviço no pacote.

Entretanto, se a ideia é escolher sozinho onde comer em Bonito, não há problema. A cidade oferece opções voltadas para a família, com restaurantes com banheiro especial e fraldário — a exemplo do famoso A Casa do João, que oferece pratos típicos da culinária pantaneira.

No centro da cidade também é possível encontrar várias opções de lanchonete com comida rápida, bem como cozinha especializada, como a japonesa. Há ainda estabelecimentos que oferecem sorvetes naturais e sucos feitos a partir de frutas do cerrado.

Aproveite a oportunidade para levar os pequenos para conhecer a praça central da cidade. Além de poder curtir o espaço à noite, essa é uma ótima oportunidade para entrar em contato com a cultura local.

Passeios

Muitos dos passeios em Bonito são completamente adaptáveis às mais diversas faixas etárias. Crianças a partir dos 3 anos de idade já podem fazer algumas das atividades, e os maiores de 5 ou 7 anos conseguem fazer ainda mais passeios se acompanhados dos pais e de instrutores capacitados.

Para não errar na escolha, o ideal é investir em locais mais tranquilos, como o Complexo de Ecoturismo Nascente Azul. Nele, há opções de flutuação e um balneário que pode ser usufruído por pessoas de todas as idades, além de outras atrações. O grande diferencial da Nascente são suas águas calmas, ideais também para quem vai flutuar pela primeira vez.

Essa é uma ótima oportunidade para falar sobre ecologia com as crianças e incentivar o respeito e o contato com a natureza, além de usufruir do que há de melhor em flutuações em Bonito. Aproveite, assim, para trazer o tema da ecologia para a conversa em família. Dessa forma, além de proporcionar diversão às crianças, você as capacita a entender melhor as questões relativas ao meio ambiente e à sustentabilidade.

2. Para casais apaixonados

As belezas locais e o clima romântico de muitas das opções de hospedagem em Bonito atraem diversos casais para a região, principalmente se eles forem de estilo aventureiro. Além da intensa programação que envolve mergulho fluvial, cachoeiras e trilhas, é possível impressionar o seu amor com uma boa oferta de restaurantes sofisticados.

Observa-se na cidade que casais de amigos também costumam fazer a viagem em grupo, de maneira a unir a alegria de compartilhar a experiência entre colegas que têm interesses semelhantes, sem deixar de lado o romantismo típico de viagens mais privadas na hora de celebrar a dois.

A cidade é uma ótima oportunidade para fazer atividades de tirar o fôlego, ver paisagens completamente exuberantes e viver uma experiência exclusiva sem precisar investir em uma viagem internacional. Para garantir a melhor experiência, que tal pensar em alguns detalhes? Veja algumas dicas especiais para aqueles que viajam em casal.

viagem para casais em bonito ms

Pousadas e cabanas

Para a viagem a dois, o ideal é investir em uma pousada de clima romântico, que ofereça café da manhã e infraestrutura adequada. Há opções que têm massagens relaxantes, piscina, spa, academia de ginástica e bar. Algumas pousadas também oferecem passeios de bicicleta.

Outra dica é procurar locais que tenham pacotes específicos para eventos como a lua de mel e a comemoração de bodas. As ofertas costumam incluir decoração especial, champanhe, jantar à luz de velas e outras regalias que dão um charme a mais ao passeio e encantam os visitantes.

As cabanas também são boas opções, principalmente para aqueles que querem mais tranquilidade, sossego e privacidade. Além disso, são uma forma de acomodação totalmente integrada à natureza. Como é possível notar, a cidade oferece muitas opções diferentes de hospedagem que podem facilmente se adequar à proposta de viagem de cada turista. Por isso, basta pesquisar com cuidado para escolher a melhor opção para você.

Paisagem

Que tal aproveitar o cenário exuberante para investir em fotos maravilhosas para o casal? Bonito é escolhido por muitos casais para ser cenário de fotografias e vídeos mais produzidos. Assim, viajar na região pode ser uma oportunidade perfeita para associar descanso e aventura à produção de lindas fotografias.

Dessa maneira, planeje uma sessão com um fotógrafo local e aproveite para tornar essa experiência ainda mais inesquecível e romântica para o seu parceiro. Ah, e não se esqueça de que Bonito é considerado um dos melhores destinos do Brasil. Por isso, aproveite, entre um clique e outro, para curtir a paisagem.

A dica funciona ainda mais se a ideia é investir em álbuns de pré ou pós-casamento, bem como para as fotos de noivado.

3. Para grupos da terceira idade

Cresce no Brasil o turismo na terceira idade, motivado principalmente pelo aumento da qualidade de vida das pessoas que têm mais de 60 anos. Se esse é o seu caso, o fundamental é buscar por serviços hospitaleiros, que ofereçam todo o auxílio adequado durante a realização das atividades turísticas.

Para isso, a primeira dica é pensar na acessibilidade, que diz respeito não só a ambientes físicos e ao transporte, mas também à informação e à comunicação. O ideal é entrar em contato com os serviços que você pretende consumir e informar-se sobre eventuais dificuldades de mobilidade ou percepção. Embora o turismo em Bonito esteja muito preparado para receber todos os tipos de visitantes, nunca é demais se certificar de que tudo está ok, certo?

Vale lembrar que a cidade já ganhou o prêmio de melhor destino de ecoturismo no Brasil, justamente por sua excelente infraestrutura e preservação ao meio ambiente. Embora essa não seja a realidade da maioria dos idosos (60% deles têm condições físicas e mentais adequadas), se você apresenta algum tipo de restrição, fique atento a algumas questões:

  • dê preferência a lugares que tenham corrimão em declives e escadas;
  • tome cuidado com pisos derrapantes;
  • evite degraus altos;
  • veja se há barras horizontais nos banheiros;
  • busque guias experientes e preparados para lidar com pessoas idosas.

E quanto aos passeios? Bonito tem sugestões adequadas em termo de estrutura para receber os visitantes da terceira idade. Acompanhe algumas opções.

Balneário da Nascente Azul

Esse balneário é perfeito para os idosos. Não há, em toda a região, degraus que dificultem o trânsito de pessoas. Além disso, o balneário conta com uma piscina ecológica com corrimão, áreas de descanso, cascata, praia de água doce, espaço zen e muitos outros atrativos. Assim, é só escolher a opção mais adequada para o seu caso e aproveitar a oferta.

balneario em bonito para familia

Atêlie Taboa

Essa atividade noturna é uma ótima oportunidade para conhecer de perto a produção da Taboa, bebida típica que mistura cachaça, canela, mel, ervas naturais e guaraná em pó. Durante o passeio, o visitante também conhece um pouco da história e da cultura local, além de poder degustar a bebida e comprar souvenirs. A atividade tem em média 1 hora de duração.

Projeto Jiboia

O Projeto Jiboia visa educar as pessoas em relação à vida das serpentes. É uma palestra sobre esses animais que conta com a ilustre participação deles. No final da exposição, o turista pode segurar uma cobra e tirar fotos com ela. Além de ser muito didático e uma iniciativa ecologicamente correta, o passeio costuma ser popular e querido pelos visitantes.

Pantanal

Bonito é a porta de entrada para o Pantanal, que é a maior planície alagada do mundo. O passeio à Fazenda San Francisco, em Miranda, garante o acesso à região, com guias que conduzem os visitantes em atividades diversas — como passeio de chalana, safari e observação da cultura local.

Na região é possível encontrar muitas espécies de animais, como cegonhas, gaviões, tucanos, araras, a onça-pintada e o jacaré. Há passeios mais ou menos longos. O visitante pode escolher ficar o dia inteiro no local, bem como pernoitar. Há opções de passeios que incluem café da manhã, almoço e jantar.

4. Para os aventureiros

Não precisa nem dizer que as atrações em Bonito são as melhores para quem gosta de esportes radicais, não é? Os aventureiros têm opções variadas na região, como o mergulho em cilindro, trekking, rapel, percurso em bote, arvorismo, cachoeira e passeio de quadriciclo.

Quem gosta de aventura sabe da importância de associar adrenalina e segurança, e a cidade é conhecida por isso. Além do mais, é possível fazer na região um turismo consciente, já que muitas das atrações respeitam uma quantidade limite de turistas por dia, de maneira a preservar o ecossistema. Veja a seguir os esportes mais radicais que a região tem a oferecer.

Abismo das Anhumas

Essa é uma das atrações mais benquistas em Bonito entre os amantes de esportes na natureza. Nela, o turista desce mais de 70 metros de rapel até chegar ao lago, que tem, por sua vez, 80 metros de profundidade. Depois do rapel, há duas opções de atividades.

Quem quiser pode flutuar nas águas cristalinas. Mergulhadores certificados podem aproveitar para seguir até 18 metros de profundidade. O cenário é deslumbrante, com estalactites e estalagmites de formas variadas. Além disso, a água do local tem coloração exuberante. Os interessados devem fazer um treino de rapel simples antes do passeio.

Além dessa opção, há treinamento geral sob vistoria de guias, que autorizam ou não a participação das pessoas segundo as normas de segurança. Por isso, se você tem vontade de ir, não se preocupe! Uma equipe capacitada vai fazer o treinamento e dizer se é possível que você faça a atividade. A atração é certificada pela Associação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT) e tem o selo do Inmetro.

Passeio de bote

A atividade é feita no Rio Formoso e passa por três cachoeiras e uma corredeira. O rafting ocorre com a orientação de guias, e no final, o turista pode curtir o balneário da região. O passeio ocorre na unidade de conservação estadual Eco Park Porto da Ilha e é autorizado a pessoas que tenham nível de condicionamento físico leve.

Cachoeira Boca da Onça

A Boca da Onça é a cachoeira mais alta de Mato Grosso do Sul, com 156 metros de altura, e está localizada a 55 quilômetros da cidade de Bonito. Para chegar lá, os visitantes fazem uma trilha de 4 quilômetros, que dá acesso também a cachoeiras menores. O caminho é na mata ciliar do Rio Salobra, e parte do percurso conta com uma escadaria de 800 degraus. O passeio é recomendável para quem tem um nível médio de condicionamento físico.

Trilha de quadriciclo

Opção alternativa para quem gosta de aventura e ideal para dias de chuva, já que a lama deixa o passeio mais divertido. Nela, é possível conduzir um quadriciclo mesmo sem experiência anterior ou ir na garupa. O percurso tem cerca de 8 quilômetros, e a atividade costuma ocorrer dentro de uma hora. Há monitores, e pessoas a partir de 16 anos já podem pilotar.

5. Para viajantes solitários

Quem gosta ou, por alguma circunstância, precisa viajar sozinho também tem muito o que fazer em Bonito. Acompanhe algumas dicas específicas que preparamos para você a respeito de tópicos sobre os quais é preciso pensar, como hospedagem, transporte, horas vagas, saída noturna e comida local.

Albergue

Aqueles que querem chegar sem companhia, mas gostariam de fazer amizades durante o caminho têm a chance de se hospedar em hostels na cidade. A opção, além de mais econômica, ajuda a aumentar a oportunidade de conhecer pessoas que talvez também queiram expandir seu leque de amizades. A cidade conta com várias opções que oferecem quartos compartilhados e privativos, além de café da manhã e piscina.

Transporte

Para viajar sozinho sem que a escolha pese no bolso, há como investir em transportes compartilhados para chegar até os atrativos turísticos. As agências de viagem de Bonito oferecem um sistema de transporte em vans que barateiam o custo e também permitem que você conheça pessoas diferentes durante os trajetos.

Horas vagas

Se a sua ideia é, de fato, passar a viagem curtindo a solidão, o passeio a Bonito também é perfeito. Afinal de contas, que cenário seria mais agradável para apreciar as belezas naturais e refletir sobre a vida? É possível ir a locais que ofereçam atividades relaxantes, como massagem e dia em spa, bem como aproveitar para planejar uma lista de atividades totalmente voltadas para os seus anseios.

Essa é uma grande vantagem de viajar sozinho: não se desperdiça tempo conciliando interesses, e você tem a oportunidade de programar o passeio inteiro segundo as suas próprias expectativas. Falando em passeios, que tal se programar um dia para conhecer a Gruta do Lago Azul?

Esse é um passeio contemplativo que é o cartão postal da cidade. A gruta é uma das maiores cavidades inundadas do mundo. A água cristalina apresenta várias tonalidades de azul, que junto às formações geológicas, forma uma paisagem fascinante. Para chegar lá é preciso caminhar 200 metros em uma trilha e descer uma escadaria íngreme, com cerca de 300 degraus. O passeio, entretanto, é acessível e recomendável a pessoas de condicionamento físico moderado.

Saída noturna

Uma das melhores programações para quem quer sair à noite e conhecer gente em Bonito é o Taboa. Além de oferecer a bebida típica do lugar, o bar traz opções de comida local, porções e música ao vivo. Além disso, tem decoração aconchegante e paredes nas quais os visitantes são convidados a escrever e a deixar recadinhos.

O Oca Bar, próximo à praça central da cidade, também é uma opção que costuma agradar àqueles que querem curtir a noite com petiscos e bebidas de qualidade.

Comida local

Nossa última dica diz respeito à comida. Além dos pratos à base de peixe e da atraente carne de jacaré, não se esqueça de provar o sorvete assado, sobremesa que leva salada de frutas e chantilly caseiro gratinado no forno. A iguaria é invenção de um comerciante local, João Pava, que hoje faz sucesso entre moradores e turistas com a receita.

Para completar, aproveite para apreciar as frutas da região, como cagaita, araticum, jaracatiá, bocaiúva e a famosa guavira, essa última de sabor adocicado e rica em vitamina C, ferro, fósforo, zinco e cálcio.

Viu só como fazer uma viagem para Bonito tem muito a oferecer aos mais diferentes perfis de visitantes? Não importa se você quer viajar sozinho ou na companhia de familiares, amigos ou do seu amor: há muitas atividades interessantes para você conhecer na região. Além do mais, a cidade oferece uma excelente infraestrutura, apta a atender a todas as faixas etárias, das crianças às pessoas idosas.

Além das atrações de ecoturismo, com opções de flutuação, mergulho, rapel e trekking, a cidade oferece ótimas opções gastronômicas, bem como excelentes hotéis, pousadas e hostels. Assim, do estilo mais zen ou romântico até o mais aventureiro, basta decidir que tipo de viagem você quer fazer e se preparar para conhecer uma das culturas mais interessantes do Brasil.

Gostou das dicas de viagem para Bonito? Então, assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro das novidades que temos a oferecer a você!