Bonito é conhecido por ser um dos principais destinos ecoturísticos do Brasil. A ótima infraestrutura da região, associada à exuberante paisagem natural, é atraente para quem curte fazer passeios junto à natureza e quer conhecer uma das paisagens mais belas do país.

Nesse contexto, os animais em Bonito são uma atração à parte. A onça-pintada, o jacaré do pantanal, a cobra sucuri, a anta, o lobo-guará e o tamanduá-bandeira são algumas das espécies que mais representam a região. Há também uma grande diversidade de peixes que podem ser encontrados nos rios da cidade.

Curioso para saber mais a respeito dos animais em Bonito? Acompanhe a seguir as informações que preparamos para você sobre o tema.

Por que Bonito é um ótimo lugar para a observação de animais

Considerado um dos melhores destinos de ecoturismo no país, Bonito oferece uma política de preservação ambiental consistente e ótima infraestrutura para aqueles que gostam de apreciar a natureza. A cidade é conhecida pelas belas cachoeiras e rios, pela diversidade de peixes e pela presença de onças, jacarés e outros animais do Pantanal.

Além disso, é um ótimo lugar para quem gosta de observar espécies diferentes de aves, como o carcará, o tucano-de-peito-branco, a arara-vermelha, a azul e a canindé. O tuiuiú, símbolo do Pantanal que é considerado uma das maiores aves da América Latina, também pode ser visto na cidade.

Agora, se o objetivo é vivenciar a observação noturna de aves, é possível ver na região animais como o curiango, a coruja, o curicaca e o socó-boi. Quanto aos peixes, a prática de flutuação em Bonito permite a observação de perto de muitas espécies, bem como de plantas aquáticas.

Ao flutuar nas águas de tom azul-turquesa do rio Bonito, por exemplo, é possível ver o curimba, de coloração avermelhada e conhecido também como peixe-faxineiro, o pacu, que é uma das especialidades da culinária local, e a piraputanga, o que na língua indígena quer dizer peixe do rabo vermelho.

A região também concentra árvores importantes para a flora brasileira. Um exemplo é a aroeira, reconhecida pela dureza e resistência de sua madeira. Há também muitos ipês-amarelos e roxos, o bacuri e a flor de guavira, arbusto que dá uma das frutas mais conhecidas do cerrado.

Quais animais podem ser observados em Bonito

Além das espécies já citadas, há alguns animais que representam a fauna em Bonito e chamam muito a atenção dos turistas. Acompanhe agora alguns dos principais bichos que você pode encontrar na região durante a sua visita.

Onça-pintada

Também conhecida como Jaguaretê ou Panthera, a onça-pintada é o maior felino das Américas. Outras espécies de onças, como a Jaguatirica e a Sussuarana, também fazem parte da fauna da região.

Jacaré do Pantanal

Presente em abundância no Pantanal, esse animal pode atingir até 3 metros. Alimenta-se de peixes e de outros seres aquáticos, além de insetos e de caramujos. Apesar da aparência assustadora, os jacarés são muito importantes para o ecossistema, já que contribuem para o controle da população de insetos e de outros bichos que podem causar doenças aos seres humanos.

Anta

Maior mamífero das Américas, a anta pode pesar até 300 quilos e medir até 2 metros de comprimento e 1 de altura. O animal é um ótimo nadador e se esconde dos predadores em rios. Têm hábitos noturnos e se alimenta de folhas, frutos, ramos e outros materiais vegetais.

animais-em-bonito-ms

Lobo-guará

O lobo-guará ou lobo-vermelho tem parentesco com os cães domésticos e com os lobos selvagens e é considerado o maior canídeo de toda a América do Sul. Ele tem orelhas grandes, pernas longas e finas e pelo alaranjado. É normalmente visto no fim do dia e só ataca se ameaçado.

Cobra sucuri

A famosa Anaconda habita os rios da região. Não é venenosa e envolve suas presas depois de dar o bote. É a segunda maior cobra do mundo — só perde para a asiática píton — e pode alcançar até 11 metros e 60 centímetros. Alimenta-se de vertebrados como jacarés, lagartos, peixes e rãs.

Tamanduá-bandeira

O tamanduá é um mamífero que se alimenta de formigas e cupins. Ele é classificado como uma espécie de grande porte e de hábitos solitários. Uma das curiosidades em relação a esse animal é que ele consegue captar o odor da presa mesmo quando ela está abaixo da superfície. O tamanduá-bandeira tem língua comprida, dentição reduzida e garras grandes e capazes de perfurar até mesmo os solos mais duros.

O que diz a legislação sobre a preservação de animais em Bonito

De acordo com a legislação municipal, pescar não é permitido na cidade de Bonito. Entretanto, há locais próximos nos quais é possível praticar a atividade, e o turista pode buscar por passeios e pacotes para atender a essa demanda. Além da modalidade embarcada, há opções de pesca nas margens dos rios.

De maneira geral, para seguir a lei, é importante estar atento às regras aplicáveis ao Mato Grosso do Sul, bem como ao período de piracema, que é quando a pescaria é proibida em todos os rios do estado.

A caça é também proibida por lei, de maneira a manter a rica fauna presente na região. Essa medida é muito importante para preservar espécies em extinção, como o lobo-guará, a arara-azul e o tuiuiú. Por isso, deve ser respeitada por todos aqueles que querem contribuir para a conservação da diversa vida animal na cidade de Bonito.

Como vimos, há muitos animais em Bonito que são interessantes. Por isso, viajar até a região é uma ótima opção para quem quer conhecer de perto uma das mais belas paisagens do Brasil e, de quebra, encontrar muitas espécies de peixes e aves, bem como espécies como a cobra sucuri, a anta, o jacaré do Pantanal, o tamanduá e a onça-pintada.

Assim, conhecer a cidade é uma ótima forma de aumentar o contato com a natureza de maneira responsável e com ótima infraestrutura. Gostou das dicas sobre os animais em Bonito? Siga a gente no FacebookTwitterYouTubeInstagram e fique sempre por dentro das novidades que temos para você.