Bonito (MS) é uma a cidade que faz jus ao nome, pois sua beleza natural encanta turistas de vários lugares do mundo. A admiração que desperta em todos, bem como o seu respeito pela biodiversidade local fez com que a cidade conquistasse, pela 15ª vez, o título de melhor destino de ecoturismo do Brasil. Sua fauna, flora e suas águas límpidas maravilham a todos.

São inúmeros os programas que podem ser feitos em Bonito, proporcionando aos turistas uma imensa vontade de voltar e conhecer mais sobre o lugar. Uma viagem não é suficiente para aproveitar tudo que há de bom por lá.

Você deve estar curioso para saber o que provoca essa sensação de que o município sul-mato-grossense é a escolha certa tanto para quem procura calmaria em meio a natureza, quanto para quem procura aventuras radicais. Neste artigo, vamos explicar porque Bonito se tornou polo do ecoturismo e dar dicas sobre o que fazer na cidade.

O que é ecoturismo?

Viajar é uma ótima opção para todos que têm um tempo livre. É sempre bom dedicar um momento para o lazer e sair da rotina, pois renova as energias e alivia o estresse diário. Além de fazer um bem individual, o turismo movimenta a economia, impulsionando setores como o automobilístico, gastronômico, entre outros.

Agora, já imaginou combinar o turismo com algo que também seja positivo ao meio ambiente? Essa combinação não só existe como é a maior especialidade de Bonito: o ecoturismo. Trata-se de um segmento do turismo que tem como pilares a preservação do meio ambiente e a propagação de uma cultura ambiental, estabelecendo uma relação harmônica entre o homem e a natureza.

melhor destino de ecoturismo

Quais atividades são ecoturismo?

Pode ser considerado ecoturismo qualquer atividade turística sustentável, que envolve o respeito ao meio ambiente e os cuidados com a fauna e a flora. As inúmeras possibilidades de roteiros é o que fomenta esse segmento.

Não é só porque o ecoturismo respeita o meio ambiente que as atividades devem ser mais tranquilas. Existem práticas radicais que atraem turistas de todos os cantos. Para os aventureiros, é possível fazer passeios como:

  • descer o rio de bote;
  • ​escorregar em uma tirolesa;
  • aventurar-se em um pêndulo humano;
  • fazer saltos em altura.

Também existem atividades para aqueles que procuram descansar em meio a natureza. Os turistas podem aproveitar um passeio tranquilo com a família, praticando algumas atividades como:

  • visitar grutas e cachoeiras;
  • percorrer trilhas ecológicas e contemplativas;
  • visitar balneários;
  • fazer mergulhos de cilindro nos rios e lagos;
  • praticar mergulhos em apneia;
  • participar de flutuação em água doce.

Por que devo ir a Bonito?

A cidade de Bonito já foi premiada 15 vezes com o título de melhor destino de ecoturismo do país. Esses reconhecimentos são resultados de uma premiação que é realizada anualmente pela revista Viagem & Turismo em parceria com o Guia Quatro Rodas, ambos da Editora Abril.

Além de respeitar o meio ambiente com os cuidados exatos para a preservação da biodiversidade local, o município de Bonito fez do “voucher único” a fórmula de sucesso no ecoturismo.

Voucher Único

O “voucher único” é um modelo de organização para limitar a capacidade de turistas que a cidade pode receber diariamente. Esse sistema ajuda o meio ambiente, pois determina a capacidade de contato que a fauna e a flora podem ter com o ser humano, além de contribuir para organização da quantidade de equipamentos turísticos e qualificar a gestão.

Por esse motivo, é importante que a viagem para Bonito seja planejada e agendada com antecedência, pois todas as atividades têm número limitado de turistas por dia.

Para além disso, todo turista que foi a Bonito tem a sensação de que não conseguiu fazer tudo que queria por conta da quantidade de passeios disponíveis na cidade. Portanto, mesmo que você vá com o roteiro todo planejado, ao chegar lá, sempre vai se deparar com alguma atividade que não lembrou de incluir na lista. É por esse motivo que toda viagem acaba deixando uma vontade imensa de voltar.

O que fazer em Bonito?

Já sabemos que a variedade de atividades ecoturísticas em Bonito é imensa. Existem opções para pessoas de qualquer idade. Até mesmo as atividades que incluem mergulho e flutuação podem ser um programa adequado para todos os públicos, já que existem lugares na cidade onde não é necessário saber nadar para entrar em contato com a água.

Diante de tantas atrações, basta escolher o melhor roteiro para se aventurar. Veja algumas opções:

Nascentes e rios

A Nascente Azul é um complexo de ecoturismo localizado a 29 km do Centro de Bonito, onde é possível praticar o mergulho de apneia e com cilindro, trilhas ecológicas, tirolesas e pêndulo humano. Além disso, o local tem uma ótima infraestrutura em seu balneário, oferecendo um espaço amplo e tranquilidade para todos os turistas.

A flutuação na Nascente Azul contém equipamentos qualificados, atendimento diferenciado, acessibilidade e gestão de segurança. E para completar, acontece direto na nascente do Rio Bonito, proporcionando águas mais calmas e maior visibilidade dos peixes e da vegetação aquática local.

O Aquário Natural e o Rio Sucuri também são opções para quem pretende praticar a flutuação na cidade.

Balneários e praia de água doce

Já para aqueles que procuram diferentes formas de diversão, uma boa dica é visitar os balneários. A Nascente Azul possui um balneário com várias atrações disponíveis para a família toda. Também há o Balneário Municipal e o Balneário do Sol, que são ótimos lugares para descanso e tranquilidade. A Praia da Figueira também se torna uma boa pedida, por ser uma praia de água doce.

destino de ecoturismo bonito msGrutas e Cachoeiras

Outras atrações de Bonito podem fazer parte desse roteiro e encantar turistas. Uma viagem é sempre muito pouco para se apreciar tudo que há de melhor nessa cidade. Visitar as grutas locais pode ser uma boa opção.

O turista pode ir à Gruta do Lago Azul, que, devido a sua profundidade desconhecida, é um local apenas para a contemplação. Já a Gruta de São Miguel permite conhecer mais sobre estalactites, estalagmites e pérolas de cristais de calcita.

Para quem procura contemplar águas movimentadas, o Parque das Cachoeiras é uma excelente opção, pois contém seis cachoeiras que podem ser percorridas em uma hora de passeio. Também existe a Boca da Onça, localizada no município de Bodoquena, vizinho a Bonito. É a maior cachoeira do estado do Mato Grosso do Sul, e conta, até mesmo, com atividades como o rapel.

Quem vai a Bonito, sempre tem vontade de voltar. Isso porque qualquer viagem é muito curta para conhecer toda beleza que a cidade reserva. Portanto, antes de fazer as malas, planeje bem o seu roteiro para que dê tempo de curtir o maior número de atrações.

Diante de tantos atrativos, é impossível duvidar que Bonito seja o melhor destino de ecoturismo do Brasil, não é mesmo? Continue a leitura e descubra outros destinos brasileiros para aproveitar a natureza!