Quando falamos em férias no Brasil, o nordeste é um dos destinos mais procurados. Porém, o centro-oeste também tem muitos atrativos, como Bonito, no Mato Grosso do Sul, e as cidades que compõem o Pantanal Matogrossense.

Quem já ouviu falar sobre Bonito MS, sabe que entre seus atrativos principais estão os passeios que envolvem o ecoturismo. Mas o que muitos podem não saber é que a região pantaneira está bem próxima, o que faz com que muitos a incluam em seu roteiro.

Neste artigo vamos falar sobre as opções de passeios nesses destinos, para que você saiba qual é a melhor escolha para as suas férias.

Continue lendo e confira!

O que fazer em Bonito-MS

Bonito é um destino que ganhou muita fama nos últimos anos, devido ao trabalho de restauração que ocorreu na cidade com o objetivo de atrair mais turistas.

Por conta disso, as atrações da cidade estão localizadas em áreas privadas, com exceção da Gruta do Lago Azul e o Balneário Municipal. Dessa maneira ao fechar o seu roteiro é necessário que você contate uma agência na cidade para fechar as atrações.

Além disso, cada atração, por motivos de preservação tem capacidade máxima por dia. Por isso, em muito casos, para conseguir fazer todos os passeios é preciso ficar uma quantidade maior de dias na cidade.

Seja para ir em grupos ou sozinho, o destino é ótimo para quem deseja aproveitar as atrações que envolvem o ecoturismo.

Entre as principais atividades em Bonito estão:

Flutuação Nascente Azul

Uma das opções mais famosas em Bonito, a Flutuação Nascente Azul, começa com uma pequena trilha de 300 metros dentro da floresta e passa por uma incrível cachoeira de tufas calcáreas, que cresce constantemente com o passar dos dias. Uma das principais vantagens é que esse passeio possui acessibilidade para pessoas com deficiência, sejam elas pessoas com baixa locomoção, gestantes, idosos, ou até mesmo crianças.

Mergulho com e sem cilindro

Na Nascente Azul é possível fazer mergulho com cilindro em um lago cristalino de 5 metros de profundidade. É possível observar diversos tipos de cardumes durante o mergulho, que tem duração aproximada de 40 minutos.

Passeio no Balneário Nascente Azul

Um dia tranquilo e principalmente em família pode ser ainda mais perfeito se for no Balneário da Nascente Azul. No local tem atividades radicais, piscinas naturais, tirolesa aquática e muito mais.

Trilhas com acessibilidade

São diversas as trilhas para se fazer em Bonito. Para todos os níveis de aventureiros, desde os mais novos até os mais experientes, que querem grandes trilhas. Durante o trajeto é possível aproveitar as belezas da fauna de Bonito/MS.

Passeio de Bike

Além das trilhas a pé, em Bonito/MS é possível fazer algumas trilhas de bike, que alternam dentro da mata e em estradas de terra. É a opção para quem gosta de atividades físicas mais radicais ou até mesmo quem deseja conhecer a cidade de uma forma diferente.

Mas, esse é um passeio recomendado para quem já tem familiaridade com a bicicleta, devido aos caminhos que serão percorridos e que podem ter obstáculos que podem prejudicar os iniciantes.

Cavalgada

Um passeio eclético e que pode ser feito em família, amigos ou até sozinho. Essa atração faz relembrar os tempos de infância e a vida no interior. Dando aos visitantes a oportunidade de conhecer as paisagens da cidade montado no cavalo.

Passeios Noturnos

Os passeios noturnos são boa opção para quem deseja descansar até mais tarde, mas ainda assim aproveitar as atividades da cidade. Para esses passeios é necessário um guia, por isso, feche com antecedência antes mesmo de chegar na cidade.

Culinária de Bonito/MS

A culinária de todo o centro-oeste por si só já é muito saborosa. Um dos carros-chefe na gastronomia de Bonito/MS são os peixes, principalmente os de água doce, sendo preparados das mais diversas maneiras.

Mas as carnes de boi e porco não ficam muito atrás, sendo utilizadas em muitos pratos regionais.

Como toda cidade turística alguns restaurantes tem sua fama expandida para outros locais. Esse é o caso do “Casa do João”, que além dos famosos pirarucu com molho de gengibre e a traíra sem espinha, também ganha os turistas pela sua decoração aconchegante e rústica.

Para quem gosta de fartura, o Tapera Restaurante não pode ficar de fora do roteiro. Um dos mais tradicionais estabelecimentos da cidade, está aberto há mais de 30 anos. Além das especialidades de peixes, também serve vários tipos de carnes. Tudo isso com muito abundância, no geral os pratos servem de 2 a 4 pessoas.

De modo geral, Bonito/MS é ótimo para quem gosta de misturar a calmaria e aventuras ao mesmo tempo. A cidade em si não possui grandes eventos, o que torna a cidade uma boa opção para quem quer descansar. Ao mesmo tempo que as paisagens são de tirar o fôlego de qualquer turista, com cachoeiras de águas cristalinas e nascentes de águas azuis. A culinária também é um grande atrativo, seja para experimentar novas receitas ou repor as energias para mais atividades na cidade.

Em termos de viagem para os aventureiros e fãs de natureza, Bonito não peca em nada. Até mesmo os mais corajosos podem se aventurar em praticar rapel com mais de 70 metros no Abismo Anhumas.

Porém, para se ter uma boa experiência na viagem é necessário que você feche as atividades com antecedência, antes da viagem. Dificilmente você encontrará opções de atividades para serem compradas depois que você já está na cidade.

O que fazer no Pantanal

A região do Pantanal possui a maior planície inundável do mundo. Localizado nos estados brasileiros do Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, além de ter áreas que chegam ao norte do Paraguai e no leste da Bolívia, países que têm fronteira com o Brasil.

A cidade de Miranda, no Mato Grosso do Sul, é conhecida como a entrada do Pantanal, por isso, muitos dos viajantes partem desta cidade para sua aventura no safári brasileiro.

Para uma experiência completa, muitas hospedagens são oferecidas em fazendas, chácaras e casas de moradores. Por isso, não é fácil encontrar hotéis grandes e luxuosos na região.

Ainda assim, essa é uma viagem indescritível. Entre suas principais atrações está o passeio nas matas nativas, onde você pode ter contato direto com a flora e fauna do pantanal.

Outras atividades populares no Pantanal são:

Passeios de barcos

Os passeios de barcos na região do pantanal são um dos passeios mais famosos. Portanto, existem opções para todos os gostos. Os passeios vão desde barcos a remo, pequenos barcos a motor, chalanas e até mesmo catamarãs luxuosos.

Focagem noturna

Muitos dos animais selvagens têm hábitos noturnos, por isso, uma das opções de passeios é justamente observar a vida noturna. Mas nesse caso é preciso que você faça o passeio com guias, pois é preciso tomar cuidado para não interferir na vida animal.

Dia pantaneiro

Passear pelas áreas alagadas, andar a cavalo e finalizar com um almoço repleto de comidas típicas, essa é uma atração que não pode ficar de fora da lista.

Foto: viagemeturismo.abril.com.br

Safári fotográfico

Como o pantanal é considerado como o maior safári da América Latina, uma das principais atividades na região são os Safáris para fotografar os animais. O passeio acontece de carro e o visitante tem a oportunidade de chegar perto de alguns animais silvestres e se tiver sorte, ver a famosa onça pintada, um dos símbolos da região.

Dia de peão

Para quem gosta, ou não se importa de acordar cedo, outra opção de atividade é vivenciar um dia de peão de fazenda. Desde tirar leite da vaca logo cedo, a alimentar e cuidar do gado. Alguns hotéis fazendas já oferecem a opção de incluir essa atividade nas diárias.

Culinária do Pantanal

A culinária pantaneira não é muito diferente da região de Bonito/MS. Porém, existem algumas opções que não podem deixar de serem provadas quando você for à região.

  • Arroz Carreteiro

Não é possível ir ao Pantanal e não comer o arroz carreteiro. Um prato que leva carne soleada, arroz e outros incrementos, tem como tradição ser consumido até mesmo pela manhã. Pois é fácil de ser feito e ainda fornece energia suficiente para um longo dia.

  • Caldo de Piranha

Um prato que é encontrado em qualquer restaurante e até nos bares é o caldo de piranha. Feito com o peixe de mesmo nome, é ótimo para abrir o apetite ou como entrada de outros pratos.

  • Macarrão de Comitiva

Uma massa que leva carne de sol, até aí nada de muito novo. Porém o macarrão, neste caso, antes de se cozinhar o macarrão ele é frito e só depois é cozido para ser servido.

  • Chipa

Por causa da proximidade com o Paraguai, muito da gastronomia pantaneira tem influência desse país. É um tipo de biscoito que pode até lembrar o famoso pão de queijo mineiro, mas que tem sabor único.

A região do Pantanal reúne diversas cidades, por isso, o número de atrações é enorme, assim como a sua culinária, que varia de cidade a cidade.

Mas assim como em Bonito/MS ir ao Pantanal sem uma programação e ajuda de um guia de turismo ou uma agência não é a melhor opção. Programe bem sua viagem para ter uma boa experiência.

Bonito e Pantanal na mesma viagem é possível?

Entre ter que escolher Bonito ou Pantanal é possível aproveitar a mesma viagem para ir aos dois destinos. A distância que separa Bonito/MS e a cidade de Miranda onde começa o Pantanal é de apenas 160 km.

E fazer  trajeto entre um local e outro de carro é mais uma oportunidade de se conseguir admirar as paisagens do centro oeste do país.

No meio do caminho é possível conhecer a serra da Bodoquena, que fica a 70 km de Bonito. No local existem diversas quedas d’água, grutas e lagos submersos.

Se você está fazendo o trajeto entre Bonito e o Pantanal, vale a pena incluir um dia para conhecer Bodoquena.

Apesar de ser um caminho relativamente perto, é preciso planejamento para conseguir fazer o passeio aos dois destinos na mesma viagem.

Isso porque uma viagem de poucos dias pode não ser suficiente para aproveitar todas as atrações oferecidas.

O mínimo para conseguir aproveitar bem a sua viagem seriam 10 dias, ainda assim, muitas atividades podem ter que ficar de fora do roteiro, por conta no limite diário de pessoas em cada uma delas.

Por fim, fazer uma viagem à Bonito e esticar para o Pantanal é uma boa ideia para quem deseja aproveitar suas férias para conhecer os dois principais destinos de ecoturismo da América Latina.

Mas, tenha isso planejado com antecedência, se informe dos passeios disponíveis, como fechar pacotes e as condições para fazer cada passeio. Ter um roteiro definido e estruturado é essencial para que você faça uma boa viagem.

Montar um roteiro para Bonito – MS pode ser fácil, ainda mais que os preços na cidade são tabelados.

Se ficou com alguma dúvida em relação às atividades ou algum ponto dos destinos, clique aqui e preencha nosso formulário de contato. Nossa equipe está pronta para ajudar!