Toda viagem é um momento mágico. Uma porta aberta para novos mundos, outros costumes e realidades. É assim desde a primeira viagem de uma criança até a idade adulta. E não muda quando se chega à terceira idade. Viajar permanece sendo um dos grandes prazeres da vida. E os idosos brasileiros já se deram conta disso. Tanto que o turismo para terceira idade não para de crescer.

A população de idosos só tem crescido no Brasil: daqui a mais ou menos 40 anos, um em cada 4 brasileiros vai ter 65 anos ou mais, o que corresponde a aproximadamente 58 milhões de pessoas, de acordo com as projeções do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os idosos estão vivendo mais devido à maior expectativa de vida, e nada melhor do que aproveitar os dias fazendo viagens, não é mesmo?

Quer conhecer os benefícios desse hábito na vida dos mais velhos, os cuidados que devem ser considerados na hora de viajar com pessoas dessa faixa etária e, de quebra, conferir alguns destinos incríveis para a próxima viagem? Então, continue a leitura!

Um mercado em ascensão

De acordo com dados do Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Getulio Vargas, por meio de relatório intitulado Sondagem do Consumidor — Intenção de viagem, 16% dos brasileiros com mais de 60 anos tinham intenção de viajar em novembro de 2017. Se comparados aos dados do IBGE, constataremos que esse percentual é equivalente a 4,8 milhões dos 30 milhões de brasileiros na terceira idade.

De um lado, esses dados podem ser justificados pelo esforço contínuo de empresas especializadas no segmento, que têm ofertado mais e melhores oportunidades para esses clientes em potencial. De outro, temos a ressignificação do envelhecer; afinal, passar dos 60 não é mais como antigamente.

O perfil da população idosa mudou completamente. Hoje, nossos vovôs e vovós são pessoas muito mais ativas. Permanecem trabalhando e estudando, com intensa vida social, adeptos das atividades físicas e, principalmente, investindo em lazer e turismo.

E não é difícil entender o porquê; afinal, viajar traz muitos benefícios em qualquer idade. Conheça como o turismo pode impactar a vida dos idosos e sua relação com a família.

Viva esta experiência
Receba ajuda de nossa equipe para definir o seu roteiro em Bonito MS

Os principais benefícios do turismo para terceira idade

Nem sempre a tão sonhada aposentadoria ou a redução no ritmo de trabalho é exatamente o que esperamos. Após alguns meses do merecido descanso, não é incomum que os idosos comecem a sentir que a vida está vazia.

Quando não têm mais todos os compromissos que preenchiam suas agendas ou, quando em função da imposição da rotina diária, filhos e netos não dispõem do tempo que gostariam de compartilhar com os mais velhos, os idosos tendem a se sentir solitários e desmotivados.

Afinal, nem sempre é fácil se adaptar à nova fase. E é exatamente nesse ponto que o hábito de viajar é determinante. Confira alguns dos benefícios do turismo na terceira idade!

Melhora as habilidades sociais

A depressão e o isolamento social são problemas bem comuns na terceira idade e atingem muitos idosos. No entanto, é possível reverter o quadro, e claro que as viagens são ótimas parceiras para isso.

Elas permitem uma melhora no relacionamento e na capacidade de socialização, até pela maior possibilidade de conhecer pessoas novas. Além disso, o próprio fato de ter uma vida social ativa nesse momento previne problemas de saúde mais sérios.

Contribui com a saúde física

Para melhorar a saúde física, viajar é a melhor solução. Geralmente, as viagens acabam incluindo atividades ao ar livre e muitas caminhadas. Elas já são vantajosas para todas as pessoas, independentemente da idade, mas, para os idosos, melhoram a consciência corporal, mobilidade, força muscular e flexibilidade.

Além disso, possibilitam uma melhora significativa na circulação de sangue, no sistema respiratório e na redução da pressão arterial, principalmente se a viagem possibilitar um contato maior com a natureza.

Melhora a saúde emocional

Ter um bom equilíbrio emocional nessa etapa da vida é importante para manter a saúde em dia, uma vez que muitos idosos podem ficar mais suscetíveis a doenças por estarem com o emocional abalado. A notícia boa é que viajar também contribui para melhorar a saúde emocional dos idosos.

As viagens permitem o contato com maior número de sensações positivas e boas emoções, ainda mais quando se viaja com pessoas queridas. Além disso, contribuem para aumentar a autoconfiança e a autoestima, aspectos fundamentais para garantir a saúde emocional.

Melhora a memória

É fato que os idosos perdem um pouco da memória, um processo natural da idade, pois está ligado à morte acelerada de neurônios. O ato de viajar e de estar em locais diferentes da rotina estimula o cérebro com aquilo que é totalmente novo. Assim, aumenta-se a atividade mental e a assimilação de novas informações.

A nossa memória funciona sempre em rede: lembranças que foram criadas recentemente se conectam àquelas que já existem, reforçando momentos passados — justamente aqueles que tendemos a esquecer com facilidade quando envelhecemos.

Permite aproveitar um tempo de qualidade com familiares e amigos

As viagens são excelentes oportunidades para aproveitar um tempo de qualidade com pessoas importantes. Pessoas da terceira idade podem passar muito tempo sozinhas e, por isso, o turismo é uma forma de criar e de fortalecer laços, permitindo o compartilhamento de boas lembranças em família.

É possível perceber, então, como as viagens proporcionam muitas vantagens incríveis para pessoas nessa faixa etária. Além destas que destacamos, essa atividade melhora a saúde cardíaca, reduz o estresse e a probabilidade de doenças, estimula o desejo de expandir a visão de mundo, abre novas perspectivas e aumenta a capacidade de adaptação às mudanças.

Os cuidados necessários para viajar com idosos

Antes de sair para uma viagem, é importante conhecer alguns cuidados necessários mais ligados às pessoas de terceira idade. Confira!

  • procurar um médico, fazer o check-up e avaliação para atestar que a saúde está perfeita e, o idoso, em plenas condições de viajar;
  • anotar o telefone do médico, caso seja preciso entrar em contato durante a viagem;
  • fazer uma relação dos medicamentos que podem ser usados em caso de necessidade e organizar uma lista com os horários de todos os remédios de uso contínuo;
  • verificar o prazo de validade da carteira do plano de saúde e investigar se o mesmo tem rede de atendimento no local para o qual o idoso vai viajar;
  • evitar levar malas com muito peso, pois podem causar dores nos braços e nas costas, além de dificultar a locomoção;
  • analisar se os locais oferecem acesso e segurança para as pessoas mais idosas ao organizar o roteiro de viagem.

Mas como escolher o destino?

Os melhores destinos

Para que sua viagem seja um momento de lazer, descanso e diversão, é preciso que o destino esteja de acordo com suas expectativas e atenda aos seus anseios. Conheça alguns dos melhores destinos para quem viaja com a família.

Bonito

Uma típica viagem em família com um toque de aventura. Bonito é o destino perfeito para passar um tempo com os filhos e netos em meio a muita natureza e sem perder, é claro, tudo que o conforto e sofisticação podem oferecer. A cidade tem grande variedade de hotéis e pousadas, opções de culinária e está altamente preparada e organizada para receber os turistas.

E, ao contrário do que pode parecer em uma pesquisa preliminar na internet, Bonito não é só para aventureiros, apesar de ser um dos destinos preferidos do segmento. A cidade também oferece opções para os amantes das caminhadas, cavalgadas e trilhas para pedalar. Ou mesmo para quem quer usufruir da proximidade com a natureza para reflexão e autoconhecimento.

No entanto, as atrações de maior destaque são mesmo os passeios de flutuação. Entre os locais mais requisitados, o Complexo de Ecoturismo Nascente Azul é considerado o melhor programa para quem viaja em família. O complexo oferece um belíssimo passeio de flutuação, atividades de mergulho, uma lindíssima praia, trilhas e opções de aventura.

Outro ponto que merece destaque no local é a infraestrutura, desenvolvida para receber bem pessoas de todas as idades, inclusive com mobilidade reduzida. A Nascente Azul conta, ainda, com restaurante, playground, quadra de vôlei de areia e Wi-Fi.

Também vale lembrar que o complexo tem extremo cuidado e respeito com a natureza. O projeto foi desenvolvido com o objetivo de recuperar uma área destinada à criação de gado e peixe, tendo levado mais de quatro anos até sua conclusão.

Com tudo isso, a vontade é sair correndo e fazer as malas, né? No entanto, vale lembrar que as excursões para um dos mais belos destinos do ecoturismo no mundo têm seu preço. Por isso, planejar sua viagem com antecedência é a melhor maneira de conseguir os melhores descontos.

Caldas Novas

Com um gigantesco volume de turistas, a singela Caldas Novas atrai especialmente idosos e famílias com crianças. Considerado a maior estância hidrotermal do mundo, o balneário tem águas com temperaturas variando entre 30 °C e 57 °C.

As centenas de piscinas nos hotéis e clubes da cidade oferecem uma experiência única. Além disso, os turistas vão encontrar uma imensa variedade de programas e atividades recreativas — diurnas e noturnas. A cidade também conta com infraestrutura completa para a pesca esportiva, esportes náuticos, passeios de barco e excursões pelas dezenas de cachoeiras da área.

Teresópolis

Com clima tranquilo e um charme todo especial, Teresópolis fica repleta de turistas em qualquer época do ano. No entanto, é no outono e no inverno que a cidade mostra realmente seus encantos, e os turistas lotam suas ruas. Entre as principais atrações, estão o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, a Cachoeira dos Frades, a Fazenda Genève e o Mirante Soberbo, todos com possibilidades de passeio e trilhas com diferentes níveis de dificuldade.

Já para a noite, o complexo cervejeiro Vila St. Gallen é uma excelente opção. O espaço, tipicamente alemão, conta com um cenário com capelinha, ruas de comércio e restaurantes. Na cervejaria, são produzidas cervejas puro malte da linha Therezópolis e o Chopp da Estação.

Gramado

Encantadora, charmosa, sofisticada. Do aconchego da lareira ao clima europeu, passando pela culinária, que vai desde pratos simples até uma refeição requintada com carne de caça, Gramado enche os olhos e encanta os corações — seja de casais apaixonados, seja de famílias.

Os atrativos turísticos são variados, como o Snowland, parque de neve indoor onde pessoas de todas as idades podem esquiar; o Lago Negro, o Mini Mundo, o Museu de Cera, a Igreja Matriz São Pedro, a Rua Coberta e o Parque Gaúcho.

Também será difícil resistir à tentação das compras. Chocolates, vinhos, pães da Casa do Colono, produtos perfumados, entre outros, vão encher a sua mala no retorno. A cidade tem excelente infraestrutura, inclusive para pessoas com mobilidade reduzida.

Agora você já conhece os benefícios do turismo para terceira idade e também os melhores destinos para uma viagem que una gerações de sua família!

Ficou com vontade de fazer as malas e partir com os seus queridos? Comece pelo planejamento: siga-nos no FacebookTwitter e Instagram e saiba tudo sobre os melhores destinos do turismo para terceira idade!