Além da exuberante beleza natural, com dezenas de cachoeiras e animais selvagens como a onça-pintada e a cobra sucuri, Bonito é palco de importantes festivais ao longo do ano. Esse é um ótimo destino para quem quer associar o turismo ecológico — em um lugar que tem uma das melhores infraestruturas do país — aos festivais em Bonito, que oferecem o que há de melhor sobre o estilo sul-mato-grossense.

Que tal aproveitar a oportunidade de saber um pouquinho mais sobre os principais festivais em Bonito? Continue a leitura e aprenda dicas de como aproveitar o que há de melhor em cada uma dessas festividades!

Festival de Inverno de Bonito

Um dos festivais de arte e cultura mais tradicionais do estado, o Festival de Inverno de Bonito se encaminha neste ano de 2019 para a sua 20ª edição. O evento normalmente acontece em julho e atrai milhares de espectadores que gostam de celebrar a cultura e apreciar eventos variados, como shows, danças, filmes e peças de teatro.

A última edição, ocorrida em 2018, dá uma mostra da potência do festival: segundo o site oficial da iniciativa, foram 106 atrações artísticas, com convidados locais e outros de várias partes do país, cerca de 50 mil espectadores e mais de 17 horas de programação gratuita. As atividades ocorreram entre os dias 26 e 29 de julho.

A programação também oferece palestras e oficinas ligadas a temas como o turismo, o meio ambiente, a educação, a gastronomia e a cidadania. Se você gosta de arte e cultura, programe-se para conhecer o Festival de Inverno de Bonito e aproveite para associar à viagem a ida a atrações ecoturísticas.

Festa do Peão de Boiadeiro

Evento que acontece sempre no final de abril e vai até maio, a Festa do Peão de Boiadeiro reúne representantes de fazendas de todo o estado do Mato Grosso do Sul. Há várias premiações, e a festa oferece alegria garantida para quem curte o berrante, o sertanejo e a vida rural.

Outras atrações são o baile carapé e a churrascada de domingo, além de provas de comida, truco e shows de música.

Festa de São Pedro

São Pedro Apóstolo é o padroeiro de Bonito, e em sua homenagem, a prefeitura da cidade faz uma festa no mês de junho. A celebração é considerada a mais antiga da região e já teve 88 edições. Conta, normalmente, com tradicional cavalgada em homenagem ao santo, quermesse, missa campal, novenas, decoração de rua e confecção de estandartes.

São Pedro é o padroeiro da cidade porque a primeira capela de Bonito foi inaugurada no dia do santo (29 de junho), no ano de 1928. Ela foi construída por Salvador Castilho, carpinteiro de origem espanhola, em terreno doado pelo Capitão Manoel Inácio de Farias, segundo a história oficial sobre a região.

A celebração é uma ótima oportunidade para quem gosta da liturgia das tradições católicas, bem como para os turistas interessados em conhecer uma típica expressão cultural popular de Bonito.

Festival da Guavira

Esse é mais um evento que oferece shows, oficinas de arte e exposições aos moradores e turistas. O carro-chefe, entretanto, são os encontros gastronômicos, com palestras e ofertas da culinária local. O festival é uma homenagem à guavira, fruta típica do cerrado e rica em betacaroteno, potássio, cálcio, fósforo e magnésio.

Normalmente há cursos teóricos, lançamentos de livros, seminários, danças e espetáculos teatrais. Para quem gosta de conhecer um pouco mais da gastronomia do Brasil, esse festival tem muito a oferecer.

O ideal é programar passeios durante o dia e aproveitar a festa no fim da tarde e à noite, horário no qual grande parte das atividades acontecem. Para fechar com chave de ouro a experiência, é possível saborear um quitute típico da região: o sorvete assado, composto por uma camada de frutas ou pão de ló, sorvetes nos sabores escolhidos pelos clientes (vale a pena experimentar os de frutas do cerrado, principalmente o de guavira) e chantilly.

A receita é gratinada no forno e garante que o turista consiga comer esse tipo de sobremesa em todas as fases do ano, até mesmo no inverno. Assim, você encontra mais uma maneira de saborear a frutinha, que é mais rica em vitamina C do que a própria laranja, e ainda aproveita uma sobremesa totalmente bonitense.

O festival acontece normalmente na primeira semana de dezembro. Por isso, anote a data no calendário e programe sua viagem até a região!

festival-guavira-bonito-ms

Carnaval

Quem gosta de carnaval tradicional e quer se distanciar da lotação das grandes cidades tem mais um motivo para ir a Bonito. Na cidade, é possível se divertir ao som das famosas marchinhas e curtir músicas das décadas de 70, 80 e 90.

Para deixar o clima ainda mais agradável e de acordo com a identidade da cidade, os bailes também adotam o estilo e a responsabilidade ecológica. Por todas essas características, a alternativa é ideal para quem quer viajar com a família, principalmente na companhia de crianças e idosos.

Além disso, é possível vivenciar de outras maneiras o verão junto à natureza, aproveitando as cachoeiras, os passeios na Nascente Azul e as trilhas que a região oferece.

Réveillon

Além de poder se hospedar em hotéis de alta qualidade e passar a virada do ano conhecendo os quitutes da culinária local — como a carne de jacaré e as opções de frutas exóticas como a guavira —, ao escolher passar o réveillon em Bonito a diversão também é garantida por causa da festa e do show da virada disponibilizados pela prefeitura.

A oportunidade também é boa para curtir uma entrada de ano tranquila e revitalizante, indo a praias, praticando a flutuação ou o mergulho e aproveitando hospedagens que oferecem bar, pista de dança, piscina e serviço de massagem.

Gostou de conhecer as opções de eventos e festivais em Bonito? Além de excelente infraestrutura e beleza ímpar, a cidade também oferece opções culturais a quem se interessa por arte ou gosta de apreciar e conhecer a cultura da região — que é, sem dúvidas, uma das mais ricas de nosso país!

Quer saber mais sobre a cidade e também sobre os serviços que temos a oferecer? Assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro das novidades!