Se você decidiu passar suas próximas férias em Bonito, é porque já sabe que o destino — reconhecido mundialmente como o mais importante do ecoturismo no Brasil — encanta com sua natureza exuberante e exótica.

Com fauna e flora riquíssimas, rios de águas cristalinas, grutas fantásticas e cachoeiras em abundância, a cidade é completamente planejada e organizada para receber turistas exigentes, sem, contudo, comprometer o meio ambiente.

No total, são mais de 40 opções de atividades para os mais variados gostos e bolsos, tornando, por vezes, difícil a tarefa de escolher atrações em Bonito e fechar o roteiro ideal. Especialmente, se você não contar com ajuda especializada.

Por isso, para ajudar você nessa missão — que pode ser a diferença entre uma viagem perfeita e uma grande frustração —, ouvimos a opinião de turistas de diversas partes do Brasil e separamos as melhores dicas para aproveitar ao máximo esse paraíso natural.

Agora, vamos contar tudinho para você: do melhor período do ano para se visitar a cidade à importância de contar com uma boa agencia de viagens, passando pelo tempo de permanência, e claro, pelos melhores atrativos! Vem com a gente planejar a melhor viagem da sua vida!

como escolher atracoes em bonito ms

Quando ir?

Você pode ir a Bonito em qualquer época do ano, mas alguns meses oferecem uma experiência melhor, uma vez que, nos períodos muito chuvosos, alguns atrativos podem ter suas atividades suspensas ou comprometidas.

Ou seja, se você optar por visitar a cidade em junho, julho e agosto — meses com a menor incidência de chuvas, historicamente —, vai aproveitar o auge da visibilidade na água. Além disso, se a ideia for combinar Bonito com o Pantanal, a época de seca favorece a contemplação dos animais, que procuram por água e acabam ficando mais à vista para os turistas.

Nesse período, a temperatura média mínima fica em torno de 15ºC, e a temperatura média máxima, próxima dos 25ºC, de modo que você pode curtir as águas da cidade sem passar frio, ao mesmo tempo em que encontrará um clima mais ameno, favorecendo as caminhadas e os esportes radicais.

Já se optar por visitar a cidade no verão, precisará ter disposição para encarar o clima chuvoso e bem mais quente, em especial, durante o período com maior volume de chuvas, entre os meses de janeiro e fevereiro. A grande vantagem dessa época fica por conta do espetáculo proporcionado pelo aumento do volume das águas nas cachoeiras e nos balneários (as praias de rio).

Outro diferencial é que, se reservar sua viagem no final do ano, ainda é possível aproveitar as tarifas de baixa temporada, praticadas até meados de dezembro. Quanto à temperatura, a média máxima no verão é de 30ºC, enquanto a temperatura média mínima fica perto dos 20ºC.

Quantos dias ficar em Bonito?

Como antecipamos no início deste artigo, Bonito tem mais de 40 atrativos para os turistas. É claro que nem todos vão se adequar ao seu perfil e de seus acompanhantes. Mas, se você quiser aproveitar pelo menos um atrativo de cada categoria, precisa reservar, no mínimo, 8 dias na cidade.

Até porque a maioria dos atrativos dura pelo menos meio dia e fica difícil conciliar outro programa, até mesmo pelo esforço físico exigido por algumas atrações. Além do mais, lembre-se de reservar 2 dias para a viagem (ida e volta) até Campo Grande.

Ou seja, para um roteiro completo em Bonito, você precisa de 10 dias.

Como escolher as atrações em Bonito?

A opção local de se consolidar como um dos melhores destinos turísticos do Brasil e o mais requisitado quando se trata de ecoturismo fez com que Bonito se tornasse capaz de oferecer uma gama de atrativos incríveis para os mais variados tipos de turistas.

No entanto, para não errar na sua programação, é importante estar atento a alguns detalhes na hora de escolher as atrações do seu roteiro.

atracoes em bonito ms

Perfil

Algumas atrações na cidade são realmente incríveis, incomparáveis e quase surreais. Porém, podem sim exigir um perfil mais aventureiro. Afinal, realizar a descida ou subida de mais de 70 metros em uma caverna, sustentado apenas por uma corda, pode não ser tão natural ou confortável para todas as pessoas.

Por isso, antes de definir quais serão os atrativos que você vai visitar, atente para o seu perfil de viajante, de seus acompanhantes e/ou familiares. Tenha sempre em mente que a cidade oferece excelentes opções para grupo de amigos, casais e família (inclusive, com crianças, idosos, ou pessoas com deficiência).

Idade

Alguns atrativos têm limitação mínima de idade. Mas, a partir dos 3 anos, já é possível realizar a maior parte deles, sendo que, a partir dos 10 anos, os pequenos podem curtir as atrações com mais autonomia e independência.

De qualquer forma, o mais importante é que, independentemente da idade, seus filhos vão aproveitar a natureza e amar toda a liberdade oferecida pela cidade.

Condições de saúde

Boa parte dos atrativos em Bonito exige algum preparo físico. É claro que não estamos falando de algo em nível profissional, mas, como o roteiro conta com atrativos como caminhadas, trilhas, bike, mergulho, entre outros, é importante estar em dia com os exames médicos e em boas condições de saúde.

Por isso, é recomendado checar as condições cardiovasculares e respiratórias antes da viagem.

Habilidades

Sua viagem a Bonito pode ser uma excelente alternativa para descobrir novas habilidades, ou desenvolver as que você já tem. No entanto, é importante avaliar o esforço que você deseja realizar nesse sentido.

Afinal, por mais incrível que possa ser (e, no caso de Bonito, realmente é) realizar mergulho em água doce, a atividade pode não ser muito confortável para aqueles que não têm qualquer intimidade com a água. Ainda que não você não precise ser um nadador exímio, sentir-se bem submerso é fundamental.

Período e condições climáticas

Não deixe de considerar a época do ano na hora de escolher atrações em Bonito que você vai incluir no roteiro. Ou, ainda melhor: defina a data da sua viagem em função dos atrativos que quer conhecer.

Como dissemos no início do post, flutuação e mergulho alcançam seu auge entre o inverno e a primavera. Já para usufruir dos balneários e cachoeiras, o verão é a melhor época.

Custo

Bonito não tem passeio gratuito. Alguns têm um custo mais baixo, enquanto outros têm custo bem mais alto. Ainda assim, todos valem o investimento. Não por acaso, além de toda a infraestrutura, os passeios têm rígido controle de medidas de preservação ambiental, incluindo a limitação de visitantes diários.

A propósito, essa é uma das razões pelas quais os ingressos para os passeios em Bonito são vendidos exclusivamente pelas agências locais. E, salvo raríssimas exceções, é impossível adquiri-los na entrada.

Isso porque a venda é realizada por meio de uma plataforma (do governo municipal) para emissão de vouchers. O sistema assegura que os preços sejam tabelados entre todas as agências, mas, com variação de acordo com a temporada.

A regra é a mesma do mercado de turismo: na alta (feriados e férias escolares), valores maiores e, na baixa, preços mais em conta. Para ter acesso à tabela completa, basta solicitar a um dos nossos consultores.

Quais são as melhores atrações na cidade?

Sem dúvida, a sensação de Bonito são as suas flutuações em água doce. E não poderia ser diferente. Afinal, é o único lugar do mundo em que é possível realizar a atividade (por isso, começaremos por elas).

A sugestão é que você visite pelo menos dois atrativos dessa categoria. Além disso, o mergulho com cilindro, um circuito de aventura e as grutas são imperdíveis. Confira nossas dicas!

Flutuações

O gênero de passeio mais importante de Bonito é uma aventura fantástica e que pode ser desfrutada por pessoas de todas as idades, com opções variadas para sua prática. Ao optar pelo passeio de flutuação, você veste uma roupa de neoprene, calça a sua papete, encaixa o snorkel e desce o rio flutuando na superfície de águas cristalinas. Sua única preocupação durante o trajeto será observar os encantos da fauna e flora local, e não deixá-los se perder na memória.

Nossa sugestão é começar a prática pelo Complexo de Ecoturismo Nascente Azul, não apenas pela tranquilidade das águas, e sim porque o passeio conta com uma pequena, mas belíssima trilha, além de infraestrutura incomparável, podendo ser realizado por crianças a partir dos 4 anos e pessoas com dificuldade de mobilidade ou deficiência.

E, se por você optar por incluir outro atrativo do gênero, nossa equipe está preparada e disponível para fornecer todas as informações necessárias.

Grutas

Visitar a Gruta do Lago Azul é um programa imperdível. A gruta dispõe de excelente infraestrutura com guias bilíngues, banheiros, uma pequena lanchonete e uma lojinha para comprar presentes e lembrancinhas. 

Realizado pela manhã — quando é melhor a incidência de sol no seu interior —, o passeio é geralmente seguido de uma visita pelas de Grutas de São Miguel.

Cachoeiras

Apesar de não serem o carro-chefe do turismo em Bonito, as cachoeiras da região oferecem uma experiência deliciosa aos visitantes. O circuito Boca da Onça (que conta com a cachoeira mais alta do estado, a Boca da Onça), o Buraco do Macaco, a Estância Mimosa e o Parque das Cachoeiras são excelentes opções para conhecer o gênero.

Outra excelente opção é a Cachoeira do Rio do Peixe. Além de muito belo, o atrativo fica ao lado do Complexo Nascente Azul, de modo que dá para “casar” um passeio com o outro, otimizando seu roteiro em Bonito.

Mergulho de cilindro

Se você faz o tipo mais aventureiro, não pode ir à cidade e deixar passar a oportunidade de fazer mergulho com cilindro em água doce, um dos principais atrativos do ecoturismo em Bonito.

Para os mais ousados, o Abismo Anhumas combina mergulho com rapel de 72 metros em uma caverna inundada. Ao final, há um lago com mais de 80 metros de profundidade e cerca de 70 metros de largura. Uma imagem impressionante reservada aos mais audaciosos turistas!

Mas, se você tiver algum receio do gênero ao escolher atrações em Bonito, pode começar com o mergulho do Complexo Nascente Azul. Em um lago de água corrente e cristalina, a atividade é realizada em um ambiente altamente controlado: sem correnteza, com estrutura adequada e acessível, tanto que é permitido inclusive para idosos, crianças e pessoas com deficiência, não sendo necessário qualquer treinamento prévio.

Boia cross

Com boa dose de adrenalina, mas sem oferecer riscos — sendo até mesmo liberado para crianças e idosos — o Boia Cross consiste em descer rio abaixo em boias individuais. No trajeto, há corredeiras, quedas e pequenas cachoeiras.

Realizada no Parque Rio Formoso, com o monitoramento constante de guias e monitores, a atividade pode ser intercalada com passeios de pedalinho ou cavalgada.

Balneários

Os balneários são uma ótima opção de atrativo para os dias de descanso e recuperação após uma atividade mais desgastante, especialmente, se você estiver acompanhado pela família. Além de tudo, é um dos passeios mais econômicos, como veremos ainda neste post. A maioria dos atrativos do gênero conta com águas transparentes e muitos peixes, assim como boa estrutura.

Os balneários da Praia da Figueira, do Sol e da Ilha Bonita são boas opções.

No entanto, o balneário do Complexo de Ecoturismo Nascente Azul é, sem dúvida, o que tem infraestrutura mais completa, contando com tirolesa, corda bamba, vôlei de areia, receptivo Wi-Fi, deck flutuante, cama elástica, playground e almoço (opcional).

O local é um dos preferidos pelas crianças que visitam a cidade.

Contemplação

Além de proporcionarem uma experiência interessante do ponto de vista do conhecimento ambiental (característica essencial em uma viagem de ecoturismo), os passeios de contemplação são uma ótima pedida para os fins de tarde e/ou anoitecer, ou, então, para alternar com as atividades que exigem maior esforço físico.

Nossa sugestão é que você visite pelo menos o Buraco das Araras, o Projeto Jiboia e o Aquário Municipal. O primeiro atrativo tem duração de uma hora, sendo o melhor horário para visitação no final do dia, quando as cores ficam ainda mais bonitas.

O atrativo é uma dolina (forma característica de erosão de calcário no contexto cárstico) com mais de 150 espécies de aves para observação e fotografia. Entre as espécies, há um enorme número de araras-vermelhas, que dão nome ao local.

Já o Projeto Jiboia é fruto da iniciativa de um empresário apaixonado por cobras. Seu objetivo é proporcionar aos turistas mais e melhor conhecimento sobre serpentes não peçonhentas e seus comportamentos.

Com duração de quase 3 horas, a atração é composta por palestra, seguida de um bate-papo descontraído e da possibilidade de contato direto com os répteis. Atualmente, são 12 jiboias e uma píton. E claro, tudo obedece à legislação e com todas as medidas de proteção ambiental. Outra vantagem é que o atrativo fica bem no centro da cidade.

E, por fim, a região central abriga também o Aquário Municipal. A atração tem como objetivo apresentar aos turistas a grande variedade de peixes da região. O ideal é visitá-lo antes dos passeios de flutuação ou mergulho. Assim, será mais fácil reconhecer a fauna durante as outras atividades.

Quanto custa?

Como dissemos no começo do post, os preços dos passeios em Bonito são tabelados e variam de acordo com a época. Em termos gerais, os passeios aos balneários são os mais baratos, enquanto outros, como o mergulho de cilindro, estão entre os mais salgados. Confira a média logo abaixo:

  • flutuações: R$ 80,00 a R$ 250,00;
  • grutas: R$ 45 a R$ 60;
  • cachoeiras: R$ 90,00 a R$ 200,00;
  • mergulho de cilindro: R$ 170,00 a R$ R$ 900,00;
  • boia cross e  balneários: R$ 40,00 a 100,00;
  • passeios de contemplação: R$ 45,00 a RS 100,00.

Quando reservar?

Todos os passeios devem ser reservados com antecedência nas agências de turismo locais (se precisar de orientações sobre como proceder, nos contate).

Para viagens em baixa temporada, o ideal é realizar a reserva um mês antes do embarque. Já na alta temporada, é aconselhável um pouco mais de antecedência — pelo menos, 3 meses. Se sua estadia em Bonito for durante o Réveillon ou Carnaval, esse prazo é estendido para 6 meses.

Pois bem, agora que você chegou até aqui e sabe como escolher atrações em Bonito, já deve estar com vontade de começar a montar o seu roteiro imediatamente, não é mesmo? Mas vamos devagar. Queremos dar mais algumas dicas importantes, em especial, sobre como escolher uma boa agência de turismo. Continue a leitura!

Como contar com bons serviços de uma agência?

Como contamos anteriormente, os preços dos atrativos são tabelados. Dessa forma, o diferencial entre as agências fica mesmo por conta do atendimento, do know-how da empresa, das condições de pagamento e do transporte — que não estão inclusos nos pacotes padrão. Por isso, vamos dar algumas dicas simples para avaliar esses quesitos.

Transporte

Geralmente, são oferecidos transportes compartilhados (a partir do centro) ou privativos (nos casos em que a hospedagem fica um pouco mais distante). Além disso, as agências oferecem o transfer de Campo Grande a Bonito e vice-versa.

O valor costuma ficar em torno de R$ 100 por pessoa, mas, dependendo do seu roteiro e do local de hospedagem, o ideal pode ser o aluguel de um carro, que também pode ser realizado por intermédio da agência.

Atendimento

Já em relação ao atendimento, é importante avaliar a capacidade da agência em compreender o seu perfil e ajudar você a construir o roteiro perfeito. Nossa sugestão é fazer valer a máxima: entender para atender.

Assim, observe com cuidado o esforço do agente para compreender o seu objetivo com a viagem, cuidar da disponibilidade nas atrações e enviar toda a programação.  E não se esqueça de checar os canais de comunicação utilizados pela empresa. Esse ponto pode fazer uma diferença gigantesca se o tempo ou outro imprevisto impossibilitar algum passeio, exigindo remarcação e/ou substituições.

Know-how

Outro diferencial ao contar com uma agência é o know-now da empresa. Por isso, abuse e use da possibilidade de pedir dicas, e não apenas sobre passeios e atrativos, mas também sobre o tempo gasto nos traslados, os melhores restaurantes, hotéis etc.

Uma boa agência pode, inclusive, auxiliar com informações sobre o que levar na mala, sobretudo, em destinos com programações específicas, como em viagens de ecoturismo. Destinos desse tipo exigem itens bastante específicos e, muitas vezes, imprescindíveis.

Nesse quesito, outro ponto importante é que a empresa esteja sempre atualizada. Por exemplo, que esteja por dentro sobre os melhores estabelecimentos e atrativos da cidade, como o Complexo de Ecoturismo Nascente Azul.

O atrativo é um dos mais requisitados da cidade. A iniciativa nasceu em 2008, fruto do sonho de seus idealizadores de recuperar uma área destinada à criação de gado. Assim, após 4 anos de muitos estudos e trabalho, foi inaugurado em 2012.

Seu grande diferencial é oferecer ao turista uma experiência completa. São 5 atrações principais:

  • flutuação;
  • balneário;
  • trilha contemplativa do Rio Bonito até a Nascente Azul;
  • mergulho de cilindro no lago;
  • circuito Adventure.

Portanto, se quiser aproveitar todas elas, avalie junto à agência pelo menos 2 dias no espaço. Além disso, a Nascente Azul conta com infraestrutura sem comparação. Com restaurante e bar, vestuários, Wi-Fi, equipamentos de acessibilidade para pessoas com dificuldades de mobilidade ou deficiência, entre outros, o local é ideal para descansar durante as tardes.

Pagamento e contrato

Por fim, mas não menos importante: verifique as condições de pagamento. Independentemente da sua escolha, conserve os comprovantes de todas as operações, nem que seja para simples conferência. Além disso, não deixe de ler o contrato com cuidado.

E lembre-se de levá-lo com você, de modo que possa sanar qualquer dúvida que apareça no decorrer da viagem.

Como você pôde perceber até aqui, montar o roteiro perfeito para sua viagem a Bonito demanda certo investimento de tempo e dedicação, não é mesmo? Mas pode ter certeza: compensa — e muito!

Por isso, não economize esforços nas pesquisas sobre como escolher atrações em Bonito. E, se você tiver qualquer dúvida para montar seu roteiro, entre em contato com a nossa equipe. Estamos sempre à disposição e por dentro de todas as novidades da cidade.

Inclusive, que tal continuar acompanhando as dicas sobre Bonito? Assine a nossa newsletter e receba nossas novidades sempre em primeira mão no seu e-mail!